Sobre o Magic Bullet Looks 2
agosto 29, 2011
Pedro Vilhena (189 articles)
0 Comentários
Compartilhar

Sobre o Magic Bullet Looks 2

Saiu há pouco a nova versão desse programa popular no tratamento de vídeo. Ao contrário do Colorista, também da Red Giant, o Looks foi introduzido não como um “3 way color corrector” tradicional, mas como um plug-in que facilitava a aproximação ao tratamento dado à película durante a revelação. Técnicas como bleach bypass, banhos variados e difusão na alta luz foram incorporados como presets. Com o bitrate mais alto das câmeras recentes, começou realmente a ser possível puxar informação latente em cada canal, e a coisa virou sucesso: um color corrector “for dummies”.

Pois bem, esta nova versão redesenha a interface, inclui novas ferramentas, presets, e otimiza o código para aceleração. O release exato das novidades você encontra aqui; ao invés de passar por ele, vou listar o que achei realmente interessante.

 

Nova interface, com o Vignette oval

 

A Interface

Bem, não gostei da nova interface. Toda reorganização incomoda e pode ser uma questão de costume, mas por alguma razão o tamanho maior de ícones e a quantidade de coisas na tela não caiu bem. Os botões quadrados antigos foram arredondados. Pra quem mexe com áudio, é a diferença entre o Pro Tools e o Sonar; acredito que interfaces retas e limpas sempre trazem mais conforto profissional que coisas redondas e fofas. Já basta a complexidade das escolhas que temos que fazer…o sucesso da Apple ao ressucitar o design Bauhaus está aí pra não me deixar mentir.

As Ferramentas

Esta versão traz 60+ novos presets (e tmb tira uns antigos). Particularmente não vejo grande ganho pois acabam sendo variações de uns 15 básicos. Como usuário do programa, minha relação mesmo é com cada ferramenta, e essa versão traz novas. O Looks ganha manipulação/correção da distorção de lentes, por exemplo (o “efeito olho de peixe”) e ainda preciso acostumar a usar o recurso, mas é bem vindo. Mais interessante é a inclusão de um pedaço do Colorista, que por si só é um universo; com os módulos de Hue/Saturation e Hue/Lightness, ele transforma o Looks numa alternativa completa para correções de cor rápidas, independente do problema. O Cosmo, outro plugin que é vendido separadamente, tmb foi incluído e isso significa profundidade no tratamento de tons de pele e na manipulação de micro-contraste e difusão, sem necessidade de fazer máscaras. Por fim, me agradam demais a possibilidade de mudar o formato do Vignette (eu sempre usei para reiluminar cenas de um jeito rápido) e a melhor interface para manipulação das máscaras (mas que continua deixando MTO a desejar).

O Engine

O plugin, que já tinha sido redesenhado para operar em 64-bit na versão 1.4, agora consegue trabalhar com múltiplos núcleos de processamento e lida muito melhor com imagens em alta resolução (inclusive além de 4k). Para quem monta no Premiere CS5 ou mais recente, como eu, a melhor de todas as novidades é que ele se beneficia da aceleração por hardware da Mercury Playback Engine. Ou seja, sua placa de vídeo entra no jogo. Na prática, agora é possível fazer um preview em tempo real da sua correção no Looks, algo inviável nas versões anteriores mesmo a 1/4 da resolução. Isso tem um impacto enorme no workflow de quem trata todas as cenas porque, diferentemente de fotos, você só consegue avaliar ao certo o tratamento de vídeo assistindo ao seu efeito cumulativo.

Conclusão

Mesmo desgostando da nova interface, digo que vale a pena atualizar seu Looks para a nova versão, que seja apenas pelo ganho de velocidade. Principalmente se você usa a suíte Adobe, o plugin deu um salto e volta a ser opção ao lado de alternativas de outras empresas que já rodavam aceleradas pela Mercury Playback Engine (como o Sapphire). Ou seja: como solução veloz de colorização, em vídeos pra web por exemplo, o Looks mantém o posto de favorito por aqui.

Comentários

Nenhum Comentário Ainda! Seja o primeiro a comentar este post.

Escrever comentário

Seus dados estarão seguros. Seu endereço de email não será publicado. Os outros dados também não serão compartilhados com terceiros. Campos obrigatórios marcados com *